Samba nº 16

Compositores: JC COUTO, EDUARDO KATATA, JUJU FERREIRAH, DIEGO MONTEIRO DA PONTE, GILSINHO OLIVEIRA, PAGE ZANCO E GUSTAVO BACHINI

Intérprete: Emerson Dias e Pixulé

O SAMBA É A VOZ DA FAVELA
NOS BECOS E VIELAS, E CHÃO DO BOULEVARD
OBALUAÊ É NOSSO GUIA NESSE DIA DE ALEGRIA
O MESTRE VAMOS COROAR
EM DUAS BARRAS NASCEU, TEVE ACONCHEGO DE VÓ
ILUMINADO NOS CAMINHOS DE ZAMBI
COM BRASILIDADE E ATITUDE
TRAZ NA BRISA A NEGRITUDE DESSE CARNAVAL
NA VOZ ENTOA RESISTÊNCIA
MENINA-MOÇA LHE DEU INSPIRAÇÃO
SEU CANTO É LIBERDADE QUE SEMEIA
DE PEITO ABERTO E PÉS NO CHÃO
SUAS LINDAS MELODIAS
RETRATAM A PAIXÃO DO POVO DE UM PAÍS
A CANTAR… EM VERSOS A SUA RAIZ

MARTINHO É ZÉ FERREIRA ARTISTA
A VILA ISABEL É SUA MORADA
GRANDE MENESTREL
ORGULHO QUE PASSEIA NAS CALÇADAS
NO SAMBA É PATENTE REGISTRADA

ZUMBI VALEU, REENCONTROU MEMÓRIAS NESSAS ÁFRICAS
NO VENTRE DESSA RAÇA OS ANCESTRAIS DA SUA COR
SALVE O POETA DO CENTENÁRIO DA NEGRA CANÇÃO
BUSCANDO A IGUALDADE DE DIREITOS
NA LUTA CONTRA TODO PRECOCEITO
BATUQUE COM TEMPERO DE IAIÁ
NA GINGA UM PARTIDEIRO CANTADOR
CRENDICES DO GRIÔ DE GBALA
LITERATURA QUE TE CONSAGROU
VAMOS RESGATAR O SONHO
O BRANCO E AZUL VER BRILHAR
COMUNIDADE PISA FORTE SOLTA O GRITO
DEIXA A TRISTEZA PRA LÁ

VILA… MEU CORAÇÃO BATE MAIS FORTE AINDA
O NEGRO REI É LUZ EM NOSSAS VIDAS
VAMOS RENASCER DAS CINZAS